Saudade de ser mal atendida

5 de junho de 2021

Saudade de ser mal atendida

O distanciamento social trouxe o inevitável distanciamento cliente x empresa e escancarou a força que os consumidores têm para todos os nossos negócios.

Sem cliente não tem empresa! Se você achava ‘balela ou mimimi’ essa questão de relacionamento com clientes te convido a ler este post.

A quarentena tem me levado a diferentes reflexões. Uma delas é: o que o “novo normal” vai significar na relação das empresas e seus clientes? Enquanto não posso sair de casa fico aqui pensando em como será ainda mais urgente e relevante prestar um BOM ATENDIMENTO.

E já adianto que não tenho saudade de ser mal atendida.

Tenho repetido de maneira insistente que é hora de cuidar dos relacionamentos! E isso inclui nossos clientes. Mas, se hoje evitamos um aperto de mão e um olho no olho com o cliente ainda é algo limitado, como não ser mais uma empresa enviando WhatsApp para vender?

A resposta que pra mim parece mais adequada é: comece pelo simples!

Como você pode ajudar seu cliente de maneira simples?

Este post foi escrito pela Consultora Fafita Lopes, especialista em Prospecção e Vendas por telefone e WhatsApp, atendimento ao cliente e pós-venda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook

Mais para explorar